Leituras – Julho

Em julho eu fiz a louca dos livros e consegui ler tanta coisa que até assustei na hora de montar esse post.

Uma das razões é que eu estava de férias da faculdade. Também terminei de ler algumas coisas que estavam ‘pendentes’ há tempos. Enfim, bora pra lista:

leituras Julho 1

1 – Como falar com as garotas nas festas (Neil Gaiman) – Um conto curtinho, mas que vale muito a leitura. Ele foi distribuido em formato digital pela Intrínseca para divulgação do novo livro do Gaiman, então é muito facil de encontrar por aí se você tiver interesse em conhecer.

2 – Um oceano no fim do caminho (Neil Gaiman) – E daí você jura que não vai gastar mais nem um real com livros, e esse lançamento chega na livraria por R$24,90. Tem como deixar passar?! LINDO! LINDO! LINDO!

3 – Noah foge de casa (John Boyne) – Esse é pra ler em um dia, de uma vez só. Ele chegou no meu kindle sem querer – fui baixar um livro e veio outro. Dessas surpresas boas da vida, um livro que fala da infância, com uma proposta bem parecida com o ‘oceano no fim do caminho’, e quase tão bom quanto.

4 – Toscomics (Samanta Flôor) – Uma coletânea de quadrinhos da autora do blog Cornflake (que eu adoro).

5 – Ponte para Terabítia (Katherine Paterson) – Eu li o livro curiosa pra saber se o filme foi uma boa adaptação, e realmente foi. Mas ainda não sei se eu gostei… quem conhece a história provavelmente já entendeu porque.

6 – A cidade sinistra dos corvos (Lemony Snicket) – Ainda não terminei de ler as Desventuras em Série. Esse é o sétimo deles, uma desventura nem tão terrível assim. Depois de alguns momentos de alívio, tenho até medo que virá a seguir para os Baudelaire.

leituras Julho 2

 

7 – Inferno (Dan Brown) – Pra quem já leu todos os livros do Dan Brown, a fórmula não é novidade. Mas o livro é divertido e ganha estrelinhas pelos cenários escolhidos para a história… da vontade de conhecer pessoalmente cada canto descrito. 

8 – A metamorfose (Franz Kafka) – Tenho uma meta pessoal de ler um ‘clássico’ cada vez que termino um YA muito tosco. 

9 – Admirável mundo novo (Aldous Huxley) – Depois de terminar Jogos Vorazes (<3) resolvi que iria ler as grandes distopias que criaram esses universos que estão inspirando tantos autores adolescentes ultimamente. Confesso que esse não foi uma das minhas leituras favoritas, mas tem algumas ideias bem interessantes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s