Sobre essa história de EMO…

Me lembro bem quando foi que eu ouvi falar em EMO pela primeira vez. Foi em 2005 (as “novidades” demoravam um tempo pra chegar no interior…). Me perguntaram que tipo de música eu gostava. Minha resposta foi: “Cpm22, Simple Plan, Blink 182”. “Então você gosta de EMO”, foi o que eu ouvi em resposta.

Eu não sabia do que se tratava o “tal do EMO” e fui pesquisar. Descobri que o nome vem do Emotional Hardcore, e que as bandas que deram origem a esse “estilo” são bem diferentes das músicas rotuladas como EMO hoje em dia. O que sobrou em comum foram só as letras “melancólicas”…

Nessa época, ainda não tinha (pelo menos não lá pelos lados de Taquarituba) um monte de adolescente andando por aí com o olho pintado de preto e o cabelo esticado no rosto. Fui me interessar em descobrir que outras bandas faziam parte dessa categoria… Já que eu gostava de algumas, poderia gostar das outras também. Foi assim que eu descobri o Fresno, NxZero, ForFun, Strike… e tantas outras. A maioria dos meus amigos nunca tinham ouvido falar em nenhuma dessas bandas quando eu comecei a ouvir.

Eu nunca tentei me vestir pra parecer com isso ou aquilo. Mesmo assim, desde essa época me chamam de EMO. O fato é que o tal do EMO virou modinha e eu tive que aprender a conviver com as brincadeiras. Mas é um saco ser comparado com um monte de criaturas ridículamente vestidas, que se multiplicavam a cada dia.

Eu não gosto de ser igual… Talvez por isso me incomode tanto essa mania de rótulos. Eu sou eu e pronto!

O tempo passou, surgiram os coloridos (que todo mundo ainda insistem em chamar de EMO), e ainda tem gente que pega no meu pé! Já ouvi que “Sou muito velha pra gostar dessas coisas”. Acho que eu to é velha demais pra me preocupar com o que os outros estão pensando de mim, não é mesmo?!

Esse post imenso é um desabafo. Só pra deixar registrado pra todo mundo que:

  • Sou fã do Fresno !
  • Eu uso all star !
  • Sou muito feliz com a minha franja ! aushuahsa

E NÃO TENHO VERGONHA DE QUEM EU SOU!

Detalhe da minha mochila...

E, que essas características não dizem tudo sobre mim. Quem me conhece sabe que existe muito mais em mim do que esse estereótipo sem graça.

#ProntoFalei

Anúncios

2 pensamentos sobre “Sobre essa história de EMO…

  1. Parabéns pelo blog, está uma graça! É bom expressar aquilo que acreditamos e sentimos, e quando estamos juntas é alegria por todos os lados. Amo vc amiga, beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s